Follow by Email

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Férias do terreiro, e agora?

Achei esse artigo muito interessante na Rádio Toques de Aruanda e resolvi repassar:



Férias do terreiro, e agora?


Salve irmãos e irmãs na Fé.
 
Estamos em uma época do ano de festas, comemorações, expectativas para novas mudanças, confraternizações na empresa, na faculdade, etc.
 
Nessa época do ano a grande maioria dos terreiros de Umbanda pausam os seus trabalhos assistenciais durante um período, o que descarta a necessidade do médium se fazer presente como de costume nas giras semanais.
 
Estas são as férias do terreiro, como são conhecidas.
 
Mas e a espiritualidade, também tira de férias?
 
Os trabalhadores espirituais da religião de umbanda deixarão de trabalhar?
 
As energias negativas deixarão de se instalar no campo astral dos médiuns nessa época do ano?
 
O médium deixa de ser médium enquanto está ausente do terreiro? A resposta para todas essas questões é simples e objetiva: NÃO!
 
A espiritualidade não dorme, os guias e mentores não param, o médium continua atraindo aquilo que vibra e o médium não deixa de ser médium.
 
Pois bem, então podemos afirmar que os deveres e responsabilidades dos médiuns devem ser no mínimo os mesmos, certo?
Devemos lembrar também que indiretamente os médiuns tornam-se independentes durante esse período, pois caso aja alguma necessidade espiritual, na maioria das vezes não será possível recorrer ao terreio e precisarão se virar “sozinhos”.
 
Vamos lembrar aqui quais são os deveres e responsabilidades do médium em um momento como este.
 
Como já sabemos que a espiritualidade não para, então obviamente que devemos manter nosso campo astral protegido e equilibrado para não sermos influenciados por energias que possam nos acarretar algum mal.
 
É importante que se mantenha uma vela branca de 7 dias acesa com um copo de água para firmeza do anjo da guarda. Essa vela pode ser colocada em qualquer ambiente da casa, menos no banheiro.
 
Manter ativa as forças guardiãs que o protegem e zelam pelo seu lar é essencial. Pode-se firmar á esquerda com uma vela bicolor preta com vermelha, charuto, cigarrilha ou pinga. Um elemento desses já é o necessário, daí basta colocar na entrada da casa, sacada ou lavanderia.
 
É necessário também que o médium faça os seus banhos de ervas e defume sua casa para basicamente descarregar o ambiente e manter o equilíbrio energético.
 
Fazendo isso semanalmente, o médium se sentirá bem e seguro, sem dúvidas!
 
Mas não podemos esquecer que não basta apenas ativar uma energia a nosso favor, precisamos nos manter conectadas a elas, pelo menos até que façamos todo o ritual novamente. Para isso, não existe elementos ou receitas milagrosas.
 
O médium precisa ter disciplina, responsabilidade e principalmente bom senso.
 
Divirta-se e aproveite, mas não se esqueça que a espiritualidade não dorme.
Pense nisso e cuide-se!
 
Por Alan Barbieri
 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

8 de Dezembro: Nossa Senhora da Conceição. Quanta coisa nesse dia....

Hoje dia 8 de dezembro eu me alegro com essa data e me conformo com quem Deus levou nesse dia. Em 2006 minha mãe, devota de Nossa Senhora da Imaculada Conceição tem seu último suspiro em 08/12/2006 e acabo de chegar do sepultamento do amigo, padre e espiritualista que aprendi a amar e respeitar desde criança: Padre Miguel Martins Fernandes da Paróquia de Santa Filomena na Quadra 13 Conj A onde estava a quase 30 anos.





Padre Miguel era mais que um simples padre, era um verdadeiro semeador das vibrações que Deus deixou na Terra e que fazia o bem.


Lembro que o Padre Miguel era muito amigo de Mãe Ruth e minha mãe me ensinou a pedir bênção a ele desde que me entendo por gente. 





Acima, minha Mãe Ruth e minha Mãe Tânia!


Padre miguel era devoto de Nossa Senhora Aparecida, das Santas Almas e Benditas e de Frei Fabiano de Cristo, o qual era aparelho para essa entidade, pois o mesmo era médium.











Acima, Nossa Senhora da Imaculada Conceição Aparecida, Santas Almas e Benditas e frei Fabiano de Cristo.


O Padre chegou a dar várias entrevistas e também foi alvo de muitas críticas, mas sempre com muito respeito e carinho continuava humildemente seu trabalho de evangelização.










Alguns vídeos sobre seu trabalho e em programas de TV:








Meu carinho e apreço por esse servo de Deus. Estive hoje no sepultamento com uma amiga e cercado de vários amigos do padre e do Frei fabiano. Me comoveu todo o povo de Deus, gente simples, humilde, senhoras da alta sociedade de Sobradinho e muitos que ele já ajudou, prestando a última homenagem ao Padre com flores nas mãos. Minha mãe sempre me ensinou a pedir-lhe a bênção e onde eu o via sempre assim o fiz em qualquer lugar.


Qualquer mesmo, padre Miguel já rezou missa em várias cerimônias do Caboclo Boiadeiro Chapéu de Couro aqui na Casa de meu compadre Lilico.





 Por esse motivo, cada vez mais me sinto agradecido a Deus por me deixar conhecer essa pessoa iluminada que hoje, no dia da Imaculada Conceição deixa tanta saudade. Mas o vejo alegre e contente, fazendo graça com tudo, mesmo sentindo tantas dores. 


Padre Miguel, hoje de manhã te pedi a última bênção vendo seu corpo, mas agora peço que venha a me abençoar e minha família todos os dias com seus famosos tapas rs. Era sua característica e do Frei Fabiano de Cristo.


Lhe vejo assim padre, sereno, calmo e colhendo todos os frutos que o senhor plantou ao longo desses anos.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Evento Cara e Cultura NEGRA em frente ao Conic Brasília DF

Participamos com vários filhos do Evento Cara e Cultura Negra promovido pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do DF levando o Ato de Oxum e Logum Edé .
 






quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Convite para Oyê de Dofono de Ossayin, Charles de Omolu e Thais de Yemanjá

A família "Ofá de Prata" junto ao seu zelador "Antonio de Oxosse", vem por intermédio deste, convidar vossa excelentíssima família, para abrilhantar a festa de entrega de Oyê de seus filhos:Dofono de Ossayin, Charles de Omolu eThais de Yemanjá, a realizar-se no dia 10/12/2011 as 20h.


N.R. Alexandre Gusmão Chácara 3, Incra 7, próximo ao rio do Ebó.
Ponto de referência: BR 070, quadra socyte Gol de Placa.
Fone: 61 8455 3312




Contamos com sua presença.


domingo, 9 de outubro de 2011

Alguns momentos no Ilê Axé Xaxará de Prata

Bem, como sabem, sou casado com Sueli que é a Yá da Casa Xaxará de Prata e nesses anos de trabalho e ações afirmativas juntos, posso dizer que já passamos umas boas situações que até hoje servem de exemplo para os membros da Casa.







Hoje basta fazer a busca no Google Imagens como "xaxara de prata" e logo aparecem fotos de nosso Ilê, mas nem sempre foi assim....

Começamos nossos trabalhos como, digamos, correntes para chamar nossas entidades ainda em 2004 na Quadra 15 em Sobradinho, onde com um lé (atabaque menor) eu tocava o ritmo sagrado para invocar nossos caboclos.






Fizemos algumas correntes e o mais interessante é que morávamos de aluguel com outros inquilinos mas nem isso nos impediu de louvar nossas divindades.

Em 2006 inauguramos uma loja de Artigos Religiosos de Umbanda e Candomblé chamada Casa de Xangô aqui mesmo em Sobradinho e nos mudamos para Nova Colina, onde é atualmente o Ilê Axé Xaxará de Prata.





Logo mudando começamos nossa missão. Em agosto de 2006 fizemos uma grande festa para Tiriri na Aldeia Sultão da Mata Virgem. A festa foi toda gravada mas não temos fotos.





Tenho algumas fotos que mostram um pouco de nossa entrada no Ilêquando não tínhamos teto, ou melhor, o teto era o céu.


O orixá nunca deixou de ser louvado e cultuado.








Acima Joice no Adjá levando Seu tiriri seguido por Equede Nena, Seu Marabô, Seu João e Dona Figueira.












Olha seu Zé dando o ar da graça com muito axé!



















 Fernando de Xangô, membro da Casa, trouxe para aliviar os dias de sol e chuva uma cobertura profissional para auxiliar nesse começo.


E ficou muito bom, vamos as fotos.














Meu compadre, padrinho da Laira e repórter do Barra Pesada Filipão!







A festa foi animada, olha a roda de Caboclo:


























































Bom pessoal, depois de dividir um pouco de nossa história com voces, peço a uma renomada Zeladora de Santo para nos dar uma bênção e um axé a todos leitores do blog: 







Axé! Obrigado por ler esse pouco do que tenho vivido durante anos.


Se não viu ainda tem vários outros posts falando um pouco dessa vida no Santo que é tão bonita.


Axé!